quarta-feira, janeiro 12, 2011

coma Grão de Bico e seja feliz

O grão-de-bico (Cicer arietinum L.) é uma leguminosa produzida, principalmente, Sul do Brasil. É uma planta de origem asiática, de regiões muito frias e, por esta razão, se adapta melhor na região Sul, por suas temperaturas mais baixas. Apesar disso, existem variedades que podem se adaptar às condições do cerrado e, além disso, com uma produtividade muito boa, acima das médias mundiais. É uma planta herbácea, de ciclo anual, com folhas verde-amareladas, flores brancas e que alcança até 60cm de altura.

Apesar de não ser muito comum na alimentação dos brasileiros, a produção atual não é suficiente para atender o mercado interno, fazendo com que exista um processo de importação regular desse produto, principalmente do Chile e Argentina. É muito nutritivo, apresentando em sua composição (em cada 100g) cerca de 7g de proteínas, cálcio, fósforo, ferro, vitaminas A, B e B2. Para consumo humano é preparado cozido e, além disso, suas folhas são utilizadas como forragem para alimentação animal.
O plantio pode ser feito na primavera ou verão (em regiões de climas mais frios) ou no inverno (em regiões de clima tropical). Nos cerrados brasileiros, é feito entre o início de abril até o início de maio. A colheita é realizada em agosto, quando as plantas são cortadas e colocadas para secar.

Os tratos culturais mais importantes são a limpeza regular do terreno, deixando-o livre das invasoras. Além disso, podemos intercalar a cultura do grão-de-bico com a cevada e trigo, entre outras. As doenças que mais atacam esta cultura são a ferrugem, o pó branco do grão de bico e a queima do grão de bico. As pragas mais comuns são os nematóides e a lagarta do grão.
 

Saiba por que o grão-de-bico vale ouro:

O grão-de-bico é um alimento mais rico do que o feijão em muitos aspectos. Entre 20 e 30% de sua constituição é pura proteína. Possui muitas fibras, zinco, potássio, ferro, cálcio e magnésio. Se for consumido todos os dias, faz ganhar massa muscular, aumenta o bom humor, reduz o nível de colesterol ruim e regula o intestino.
Mas sua qualidade mais famosa é de gerar felicidade: possui mais triptofano do que o feijão, o mesmo aminoácido essencial que faz do chocolate essa bela fonte de bem-estar e redução do estresse..




“Em seres humanos metabolicamente normais, o aumento do consumo do grão-de-bico tem como conseqüência uma maior produção da serotonina”, destacam Leonardo S. Boiteux e Maria Esther de Noronha Fonseca, do Laboratório de Melhoramento Genético & Análise Genômica do Centro Nacional de Pesquisa de Hortaliças (CNPH) da Embrapa Hortaliças, em Brasília.

Por ter ômega 3 e 6, é indicado para prevenir doenças cardiovasculares. E quem tem diabetes ou está lutando contra a obesidade também pode se beneficiar da leguminosa.
“Tem carboidratos complexos, ou seja, possuem uma metabolização lenta no organismo. Por também ser rico em fibras, proporciona sensação de saciedade e a pessoa só vai sentir fome bem mais tarde”, explica a nutricionista baiana Solange Carvalho.

Os pesquisadores da Embrapa Hortaliças destacam que as sementes do grão-de-bico também acumulam mais fitoestrogênios do que as do feijão - substâncias que têm ação preventiva na osteoporose e de problemas cardiovasculares. Os fitoestrogênios também são usados na reposição hormonal após a menopausa.


fonte:http://www.ruralnews.com.br/visualiza.php?id=267 , http://www.iac.sp.gov.br/Tecnologias/Grao_Bico/planta%20gra%C3%B5%20de%20bico%203.jpg, http://cantinhovegetariano.blogspot.com/2010/07/salada-de-feijao-branco-ou-grao-de-bico.html e e-mail

2 comentários:

Felipe disse...

grão-de-bico com abobrinha cozida e azeite é "A" mistura perfeita!

Maria Elisa von Zuben Tassi disse...

Tenho feito o Homus (pasta de grão de bico + pasta de gergelim - Tahine), comida árabe com sabor diferente, mas que me agrada! http://pt.wikipedia.org/wiki/Homus

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...