terça-feira, maio 31, 2011

Eventos juninos: Orgânicos, ciência, tecnologia, saúde, feira de trocas, cultura, permacultura .....


Palestra (dia 5 às 14hs, no Sesc Pompéia) com Edson Hiroshi:
Ecovilas, aprendendo a ler o lívro da natureza!
Data: 03/06 às 19h30
Investimento: R$ 30,00
Informações e Inscrições pelo tel. 19-3308-6351
Barão Geraldo, Campinas.


E para Julho...:

sexta-feira, maio 27, 2011

VII Semana dos Alimentos Orgânicos de São Paulo

Programação da VII Semana dos Alimentos Orgânicos – São Paulo
29 de maio a 5 de junho de 2011
27 de maio (sexta-feira)
Instituto Sapucaia
Jacareí
Jacareí
17:00 h
Palestra “Alimentos Orgânicos e Apresentação do Box Orgânico da Empresa Surya” / Surya Brasil
27 de maio (sexta-feira)
Sítio A Boa Terra
Rodovia SP 350- Rod. Dep. Eduardo Vieira Nasser km 245
Itobi
7:00 h
Encontro em Homenagem ao Produtor Rural, com produtores, colaboradores e eco-educadores




28 de maio (sábado)
Av. Francisco Matarazzo, 455
Parque da Água Branca / Espaço cultural da AAO
São Paulo
8:30 – 11:00 h
Manhã de autógrafos com Sônia Hirsch, jornalista e escritora voltada para a promoção da saúde
11:15 – 12:15 h
Palestra: Bichos que dão em gente




29 de maio (domingo)
Chácara Day Luz
Rua Honorato Jose de Oliveira, 46 – Santa Lúcia
Americana
8:00 – 11:30 h
Terapia Orgânica na Horta: Manhã de atividades que revigoram o corpo, restauram o ânimo e promovem a saúde física, emocional e mental. Conheça os Alimentos Orgânicos na prática. Há uma horta e todo um espaço à sua inteira disposição. Participação Gratuita, Inscrições Antecipadas, Vagas Limitadas  (19) 3406-7678 / Fraternidade Lux - Unidade de Produção Chácara Day Luz




30 de maio (segunda-feira)
Viveiro Municipal
Jacareí
Jacareí
8:00 h
Palestra “Consumo Consciente – Saiba o que você está comprando” a ser realizada para o grupo de alunos de jardinagem promovido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Jacareí / Surya Brasil




30 de maio (segunda-feira)
Centro Paula Souza/ ETEC Prof. Francisco dos Santos
Rodovia Conde Francisco Matarazzo Junior, Km 127
São Simão
8:30 – 10:00 h
Apresentação dos DVDs -Obsolescência Programa e O Mundo Segundo a MONSANTO. Questionamentos sobre consumo responsável de forma generalizada trazendo a questão para a "Alimentação Saudável" dentro dos princípios de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável . / Associação Agroecológica Terra Viva de Rib. Preto e Região.
30 de maio (segunda-feira)
CEPIC (Centro de Práticas Integrativas e Complementares) da Secretaria Municipal de Saúde Pindamonhangaba
Pindamonhangaba
14:00 h
Palestra “Consumo Consciente – Saiba o que você está comprando” a ser realizado para o grupo da Roda de Estudos de Plantas Medicinais / Surya Brasil
30 de maio (segunda-feira)
Curso Técnico de Nutrição e Dietética do Centro Paula Souza de Ubatuba
Ubatuba
19:30 h
Palestra “Alimentos Orgânicos?” / Jefferson Castilho - Gerente de Abastecimento da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca de Ubatuba - SMAPA.




31 de maio (terça-feira)
Centro Paula Souza/ ETEC Prof. Francisco dos Santos
Rodovia Conde Francisco Matarazzo Junior, Km 127
São Simão
8:30 – 10:00 h
Apresentação dos DVDs -Obsolescência Programa e O Mundo Segundo a MONSANTO. Questionamentos sobre consumo responsável de forma generalizada trazendo a questão para a "Alimentação Saudável" dentro dos princípios de SAN - Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável. / Ass. Agroecológica Terra Viva de Ribeirão Preto e Região.
31 de maio (terça-feira)
Hall do Auditório Augusto Ruschi
Av. Professor Frederico Hermann Jr. 345
São Paulo
9:30 h
Café da Manhã com representantes do setor e o Secretário Estadual do Meio Ambiente Bruno Covas / SEMA
31 de maio (terça-feira)
Chácara Day Luz
Rua Honorato Jose de Oliveira, 46 – Santa Lúcia
Americana
20:00 h
Palestra: “Alimento Orgânico: Saúde Plena ao Alcance do Consumidor” - Aprenda a identificar um alimento orgânico e a extrair dele sua saúde plena. Palestrante: Manoel Messias Lôbo – Agropecuarista Orgânico / Participação Gratuita / Inscrições Antecipadas / Vagas Limitadas (19) 3406-7678




31 de maio (terça-feira)
Auditório do IDEC
Rua Desembargador Guimarães, 21 – Água Branca
São Paulo
19:30 – 21:00 h
Palestra: IDEC Aberto / Consumo Sustentável - Respostas a estas e outras perguntas: De onde vêm os produtos que eu consumo. Qual a relação entre o meu consumo e as mudanças climáticas? Como faço para diminuir minhas contas de luz? Como amenizar o caos do trânsito?
Inscrições gratuitas: WWW.idec.org.br/idecaberto






1° de junho (quarta-feira)
Centro Paula Souza/ ETEC Prof. Francisco dos Santos
Rodovia Conde Francisco Matarazzo Junior, Km 127 / São Simão
São Simão
8:30 – 10:00 h
Apresentação dos DVDs -Obsolescência Programa e O Mundo Segundo a MONSANTO. A programação segue com questionamentos sobre consumo responsável de forma generalizada trazendo a questão para a "Alimentação Saudável" dentro dos princípios de SAN - Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável . / Associação Agroecológica Terra Viva de Ribeirão Preto e Região.
1° de junho (quarta-feira)
E. E. Conde Francisco Matarazzo
Rua Sete de Setembro, n° 474
Santa Rosa de Viterbo
8:30 – 10:00 h
Apresentação dos DVDs -Obsolescência Programa e O Mundo Segundo a MONSANTO. A programação segue com questionamentos sobre consumo responsável de forma generalizada trazendo a questão para a "Alimentação Saudável" dentro dos princípios de SAN - Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável . / Associação Agroecológica Terra Viva de Ribeirão Preto e Região.
1° de junho (quarta-feira)
Sítio A Boa Terra
Rodovia SP 350- Rod. Dep. Eduardo Vieira Nasser km 245
Itobi
8:30 – 11:30 h
Visita de alunos do 5° ano do ensino fundamental da Escola José Zilah
14:30 – 17:30 h
Visita de alunos do 5° ano do ensino fundamental da Escola José Zilah
1° de junho (quarta-feira)
Calçadão/ Praça Nóbrega no centro da cidade
Ubatuba
Ubatuba
9:00 – 14:00 h
Projeto "Espaço Saudável" e Exposição de Produtos do Manejo Sustentável de Ubatuba: Orientações e distribuição de folhetos sobre alimentos orgânicos no local. / Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento de Ubatuba




2 de junho (quinta-feira)
Sítio A Boa Terra
Rodovia SP 350- Rod. Dep. Eduardo Vieira Nasser km 245
Itobi
8:30 – 11:30 h
Visita de alunos do 5° ano do ensino fundamental da Escola José Zilah




2 de junho (quinta-feira)
E. E. Conde Francisco Matarazzo
Rua Sete de Setembro, n° 474
Santa Rosa de Viterbo
8:30 – 10:00 h
Apresentação dos DVDs -Obsolescência Programa e O Mundo Segundo a MONSANTO. A programação segue com questionamentos sobre consumo responsável de forma generalizada trazendo a questão para a "Alimentação Saudável" dentro dos princípios de SAN - Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável . / Associação Agroecológica Terra Viva de Ribeirão Preto e Região.




4 de junho (sábado)
Av. Francisco Matarazzo, 455
Parque da Água Branca
São Paulo
São Paulo Orgânico – Virada Sustentável
13:00 – 17:00 h
Seminário “O Momento Atual da Agricultura Orgânica no Brasil” com Dra. Ana Primavesi, Dra. Ondalva Serrano, Eng. Agrônoma Araci Kamiyama, Beatriz Costa / Planeta Orgânico, Manoel Baltasar Baptista da Costa / UFSCAR
no Auditório Paulinho Nogueira
9:00 – 10:00 h
Oficina com Slow Food São Paulo - Oficina de Educação do Gosto / Espaço Cultural da AAO, junto à Feira do produtor Orgânico
9:00 – 11:00 h
Oficina Viva para Crianças com Conceição Trucon / Tema abordado: Alimentação Infantil, para crianças de todas as idades...
10:00 – 12:00 h
Desenho Vivo e Palestra sobre o Biochip com Ana Branco
10:00 – 12:00 h
Show Musical com a Banda OIRT com Tamima Brasil, Felipe de Souza e João Paulo no Espaço Cultural da AAO, junto à Feira do Produtor Orgânico
10:00 – 12:00 h
Desenho Vivo com Hortaliças, Espaço Cultural da AAO
14:00 – 16:00 h
Palestra sobre o Biochip – Espaço de Cultura 2
Curso de horta caseira orgânica e compostagem com Marcelo Noronha
9:00 – 12:00 h
Aula Teórica – Sala de Cursos da AAO
12:00 – 14:00 h
Aula Prática no Espaço Cultural da AAO




5 de junho (domingo)
Av. Francisco Matarazzo, 455
Parque da Água Branca
São Paulo
15:00 – 17:00 h
Experiência reFluX – Clima e Consumo em São Paulo




8 de junho (quarta-feira)
Auditório da Biblioteca Municipal “Monteiro Lobato”
Rua Benjamin Constant
Ibiúna
10:00 h
Palestra - Dr. Issao Ishimura sobre “Agroecologia”; 
11:00 h
Apresentação das pesquisas sobre produção orgânica e hortas (EE Lino Vieira Ruivo e EE Bairro Verava);
13:00 h
Apresentação das atividades da Secretaria do Meio Ambiente do Município de Ibiúna.




16 de junho (quinta-feira)
Mercado Kinjo Yamato
Rua da Cantareira, 390 – Centro
São Paulo
8:00 h
Inauguração do Box de Produtos Orgânicos Ecotree da Empresa SuryaBrasil.    




Meio Ambiente e Agroecologia para os pequenos agricultores

Segunda-feira, 23 de Maio de 2011

Ministra do meio ambiente anuncia Programa Nacional de Agroecologia

Na audiência, o MPA reiterou a posição contrária às mudanças no Código
Florestal apresentadas pelo Deputado Aldo Rebelo, e defendeu a manutenção do
Código.

*MPA *
ministra Izabella Teixeira, com integrantes do MPA

Por Movimento dos Pequenos Agricultores - MPA

Em audiência com o MPA na quarta-feira, 19, a ministra do meio ambiente
Izabella Teixeira anunciou que irá propor à Presidente Dilma Rousseff um
Programa Nacional de Agroecologia. Segunda a ministra, esse será um projeto
estruturante, que servirá como alternativa para a transição agroecológica.
“Esse ministério tem que dialogar com quem faz uso do meio ambiente, não só
com quem defende o meio ambiente. Por isso, a agricultura familiar é central
para pensar um novo projeto de meio ambiente para o Brasil”, afirmou
Teixeira.

Antes de anunciar o lançamento do programa, a ministra ouviu o MPA e acolheu
as propostas de debate. O movimento apresentou as experiências que vem
desenvolvendo na área de agroecologia, como sistemas agroflorestais,
recuperação de sementes crioulas, reflorestamentos de espécies nativas,
recuperação de nascentes e bioenergia. O MPA defendeu um programa avançado
de agroecologia, com resgate das práticas de cultivo camponesas e com
investimentos em pesquisa e tecnologias alternativas.

Sérgio Conti, dirigente do MPA, falou sobre a Campanha Permanente Contra os
Agrotóxicos e destacou a necessidade do ministério assumir a luta contra a
aplicação de venenos na agricultura. “A Via Campesina em conjunto com outras
organizações lançou esse ano a Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e
está debatendo incisivamente o tema com a sociedade. Mas entendemos que essa
pauta deve ser reconhecida e assumida pelo ministério, buscando ações
efetivas de combate ao uso de venenos”, disse Conti.

Na audiência, o MPA reiterou a posição contrária às mudanças no Código
Florestal apresentadas pelo Deputado Aldo Rebelo, e defendeu a manutenção do
Código. A ministra Izabella Teixeira deixou claro que sua posição vai ao
encontro da proposta dos movimentos sociais, e que tem feito todo esforço
para que o relatório do governo preserve a legislação atual.
MPA/EcoAgência



EcoAgência > Notícia
<http://www.ecoagencia.com.br/index.php?open=noticias&id=VZlSXRFWWNlUspFWOZlVhN2aKVVVB1TP>

Agroecologia
<http://www.ecoagencia.com.br/index.php?open=noticias&id=VZlSXRFWWNlUspFWOZlVhN2aKVVVB1TP>

E, evento de Agroflorestas em Guarulhos, neste sábado!

terça-feira, maio 24, 2011

Três novos alimentos na Arca do Gosto

Mais três alimentos brasileiros embarcam na Arca do Gosto Slow Food

Imprimir Envie este texto por Email
A Arca do Gosto é um catálogo mundial dos produtos agroalimentares de qualidade que estão em risco de desaparecer realizado pela Fundação Slow Food para a Biodiversidade. Para ser incluído na Arca, o alimento precisa ter qualidades gastronômicas, ligação com a área geográfica local, ser produzido artesanalmente e de forma sustentável e estar em risco de extinção. Através do trabalho de investigação de especialistas internacionais, esta embarcação simbólica recolhe mais de 947 produtos em 58 países (dados atualizados em dezembro de 2010). A Arca do Gosto conta com 24 produtos brasileiros, três dos quais entraram hoje na embarcação.

Jatobá

 

O Jatobá (Hymenaea courbaril L.)é uma árvore de porte médio que ocorre no Bioma Cerrado, com incidência também em áreas de transição entre o Cerrado e a Caatinga, Amazônia, Pantanal e Mata Atlântica. Os seus frutos são vagens escuras que apresentam uma polpa farinácea amarelo-pálida ou esverdeada, adocicada, muito saborosa e com odor bastante característico. A polpa é aproveitada como alimento, na forma de farinha, podendo ser consumida in natura ou para a elaboração de bolos, pães, biscoitos e mingaus.
 

O maracujá da caatinga (Passiflora cincinnata Mast.) é um fruto nativo da Caatinga onde ocorre de forma espontânea. O fruto é extremamente saboroso e perfumado, com um sabor persistente, mais doce, mais denso e mais ácido que o do maracujá comum (P. edulis). Tanto o gosto quanto o perfume recordam o mel. O aproveitamento da fruta representa um potencial para o desenvolvimento sustentável da região Semi-Árida do Brasil.

Do tupi, pira (peixe) e cuí (farinha), o piracuí é derivado do beneficiamento de peixes. As espécies mais utilizadas são o acari (Lipossarcus pardalis) e o tamuatá (Callichthys callichthys) que caracterizam-se pelo corpo revestido de placas ósseas e por um hábito peculiar: vivem nos fundos dos rios alimentando-se de lodo, vegetais e restos orgânicos. Na época da seca, grande quantidade fica presa no solo úmido não submerso, onde sobrevivem por poucos dias
 http://slowfoodbrasil.com/

E, mergulhando um pouco na Antroposofia...
Curso de Botânica...arquetípica, em Barão Geraldo-Campinas
  e Encontro Biográfico social...
 

quinta-feira, maio 19, 2011

Compostagem e cursos Biodinâmicos

com o Professor João Carlos Ávila
Foto: Fê Freire - http://www.flickr.com/photos/fefreire/page8/
Segue texto dele, sobre a compostagem a partir dos princípios da agricultura biodinâmica, área onde sempre atuou com muita sensibilidade e dedicação:
http://www.biodinamica.org.br/artigos/compostagembiodinamica.pdf
e

 o Instituto Elo está organizando a Turma 55 do
 CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO E EXTENSÃO
EM AGRICULTURA BIOLÓGICO-DINÂMICA,
com início para junho de 2011.
Informações sobre a grade do curso podem ser vistas aqui:
http://instituto.docselo.org.br/curso-agricultura-biodinamica-descricao-datas-precos/ 
realizado em Botucatu- SP.

segunda-feira, maio 16, 2011

Festival gastronomico Cambuci

CIDADE X CAMPO


Enquanto no cenário nacional (ambiental) a novela do momento é o Código Florestal, no âmbito local, a questão é a expansão de uma área de logística (empreendimentos industriais e empresariais) e condomínios residenciais para as áreas de reconhecido valor cênico, ambiental e social (bairros rurais e áreas de preservação ambiental).

A câmara municipal de Valinhos vem sendo palco de manifestações de (poucas, porém expressivas) pessoas  indignadas.
Veja + no blog: http://serradoscocais.blogspot.com/  - 
Matéria publicada no jornal Campineiro dia 12 de maio
 

Que os tempos em que vivemos estão cada vez mais caóticos (Kali Yuga), isso já é fato, porém não ouvir (pensar e responder sobre) os argumentos da população local e científica (agricultores familiares, técnicos e cidadãos), vai além de negligencia política, beirando a uma irracionalidade animal.

O que dificulta é que estamos sendo constantemente confundidos pelos porcos que estão no poder (alusão à Animal Farm/ Revolução dos bichos- 1945, de George Orwell),  pelos mercados de massas, pelos meio de comunicação (Mass media) e pelo cientificismo essencialmente materialista (A vida vem da vida- Bhaktivedanta, Swami Prabhupada - 1977), fruto do rompimento entre as relações Humanas e a Natureza (Deus), entre a Cidade e o Campo.

"Agora, com a escassez de alimentos, você não pode comer os pneus Goodyear. Mas a atenção das pessoas tem sido desviada para as atividades industriais. 
Estão todos fascinados, produzindo coisas desnecessárias (...) e assim, todos estão sofrendo." 
Swami Prabhupada
(Everything belongs to God)

quinta-feira, maio 12, 2011

PDC, que sigla é essa?

A Permacultura é uma abordagem para projetar  
assentamentos humanos e sistemas agrícolas,  
moldados sobre relações ecologicas naturais. 
http://en.wikipedia.org/wiki/Permaculture

O PDC é um curso 'básico' sobre permacultura (Permaculture Design Course)
e foi desenvolvido por Bill Mollison (pai australiano desta ciência-prática) para ensinar os princípios e fundamentos do design sustentável. Os cursos PDC oferecidos em todo o mundo devem seguir o mesmo formato  para garantir que a integridade do processo de certificação do curso.
Este PDF conta mais sobre o curso:
http://www.permaculture.org/nm/images/uploads/PDC_cert_book_.pdf

Existem iniciativas (já postadas aqui) de cursos populares (PDC popular) onde os custos são mais reduzidos mas a proposta é a mesma!
 Abaixo dois cursos em breve, em locais distintos, mas com importantes representantes da Permacultura!
Segue o link do Instituto de Permacultura da Mata Atlântica, com sede em Ubatuba- SP
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...